segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Setembro de desafios e realizações

Se finda o mês de setembro, e com ele um cansaço descomunal, mas a sensação plena de dever cumprido e desafios superados, sensação de: "Caraca, não é que vc conseguiu?"
Primeiro foi o curso de doulas, deixar o escritório por 4 dias, o Beto ter que rebolar pra poder levar e buscar as crianças na escola, eu saindo mais cedo do que eu costumo sair e chegando mais tarde do que eu costumo chegar, sem tempo pra fazer comida ou simplesmente pôr uma roupa na máquina, perceber o estresse do Júnior por estar muito tempo longe de mim... É, não foi fácil, foi trabalhoso e cansativo fisicamente, gente a Sé às 18:00hs é a visão do inferno, teve vez que eu senti vontade de chorar quando eu via aquele mundaréu de gente, não dá pra acreditar que tem gente que faz isso todo dia, meu Deus!!! Olha, trabalhar perto de casa realmente não tem preço!!! Mas valeu, valeu demais!!! Como já disse aqui, o curso foi uma terapia, com certeza aprendi muito mais do que eu fui buscar, sobretudo sobre mim mesma...
Fui convidada para participar de um bate papo no grupo de apoio a gestantes de São Matheus e lá estava eu, sexta - feira 01:40 da madrugada, preparando a aula que daria no dia seguinte. Gente é a primeira vez que eu fiz isso, e lá fui eu, com a cara e com a coragem.
Foi uma aula MARAVILHOSA!!! Pude ver nos olhinhos das mulheres para as quais eu falava, a atenção, a curiosidade e a vontade de saber mais, tanto que a aula foi terminar 15min. depois do combinado porque o assunto realmente rendeu!
Ouvir uma mulher de 60 anos falar no final da aula:
"Menina, eu tenho 60 anos e tive 3 cesárias, nunca, em toda minha vida, ninguém me contou o que você está contando agora. Onde você estava menina?"
Simplesmente não tem preço!!! Tive a plena certeza de que o caminho é por aí e é só o primeiro passo da caminhada que quero seguir!
Lembro que no encerramento da aula, enquanto fazíamos a oração eu pensei: um desafio de hoje já foi, agora só falta um!
E lá fui eu, deixar as crianças na minha mãe e seguir pra casa pra arrumar a mala e encontrar as meninas para irmos ao teatro.
Quando chegamos lá, na hora que parei na porta do teatro e olhei pra dentro, minha cabeça rodou, senti uma tontura sem igual, precisei de ajuda para entrar pois realmente estava muito tonta. Cheguei no camarim suando frio, com o estômago embrulhado e tremendo, foi horrível, pensei que não ia dar conta de dançar, então lembrei que eu não tinha comido nada até aquela hora, tamanha a ansiedade que eu me encontrava. Comi uma maçã, tomei gatorade, um salgadinho, deitei no sofá do camarim e aos poucos fui melhorando, graças a Deus! Fiz uma oração e sintonizei meu amigo espiritual, dizendo que se o que eu estava sentindo fosse só por conta da ansiedade, então que eu conseguisse me asserenar a ponto de ficar bem, e se por acaso aquilo não fosse meu, então que eu fosse envolvida de forma a não deixar que nada atrapalhasse aquele momento, foi como tirar com a mão, minutos depois eu estava 100% e com uma calma que não é própria minha.
Ensaiamos até quase a hora do espetáculo, que começaria às 20:00hs.
Gente, que emoção quando fizemos o pai nosso, todos de mãos dadas minutos antes de começar, e quando nos foi falado que os 450 lugares estavam ocupados, cara se apresentar para 450 pessoas não é fácil não, é muita adrenalina!!!
E as cortinas se abriram, e o espetáculo começou, além de lindo, prazeroso e divertido, foi muito emocionante, muitos choraram e todos riram e eu consegui!!!
Fui prestigiada pela minha família e por amigos queridos, foi muito bom tê-los comigo nesse momento tão especial pra mim!!!
A Carol? É claro que ela estava lá!!! Na coreografia Best Friends, o primeiro rostinho que me veio a mente foi o dela, seguido de tantos outros que são imprescindíveis na minha vida, e na cochia todos choravam, emocionados por aquela energia tão boa e na platéia também!!!
No final do ano teremos outro espetáculo, o de encerramento do ano e eu dividirei o camarim e a cochia com a minha princesa, minha filha Bárbara, pois ela também irá se apresentar, vou preparando meu coração desde já, pois a emoção será em dobro!!!
Fica aqui o meu eterno agradecimento a minha mãe e ao meu marido, que são os facilitadores para que tudo isso pudesse acontecer, a minha família e aos meus amigos que foram me prestigiar, com certeza foi a cereja do bolo, as meninas do jazz por serem cúmplices desse momento e ao professor Wellington por tornar tudo isso possível!!!
CURSO DE DOULAS NO GAMA

YÉS, NÓS SOMOS JAZZ!
E assim termina o mês de setembro, o qual trouxe junto com a primavera, o desafio, a superação, o conhecimento e o prazer!

4 comentários:

  1. Michele de Deus, que emoção!!! Chorei com esse post e também chorei quando te vi entrar no palco, um choro de alegria, de orgulho, de admiração!!! O que dizer? Lindo, lindo, lindo!!! Te amo amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma vez obrigada amiga, ter vc em minha vida é um presente de Deus!!! Também tenho muito orgulho de vc, da pessoa que vc vem se tornando a cada dia. Nossa caminhada está só começando e estaremos juntas sim, sempre nos apoiando, pois assim tudo fica mais leve!!! Amo vc!!!

      Excluir
  2. Mi, parabéns por suas conquistas!!! Vc merece cada uma delas porque é dedicada, é alegre, é esforçada!! Vc é tudo de bom!!!! Que esse ano de 2013 seja ainda mais vitorioso pra vc! Um grande bj!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mariza... Vc tb é tudo de bom!!! Beijos!

      Excluir