sexta-feira, 8 de março de 2013

Dia das mulheres x feminino e feminismo


Hoje o Beto saiu pra trabalhar e me deu o costumeiro beijo antes de sair, e então ele disse: Parabéns! Eu ainda com sono (sempre, rsss), meio sem entender porquê perguntei: quê? Ele: hoje é dia das mulheres!
Ahhh....
Cheguei no escritório e enquanto tomava meu café fui dar uma olhadinha no face e recebi esse link da minha querida amiga Nani, com sugestão para que eu escrevesse sobre ele no meu blog. Acho que eu não preciso dizer que meu blog é super amador, que eu não sou jornalista e que estou começando a pensar sobre coisas que nunca pensei há bem pouco tempo, ok? Aqui eu só desabafo, mostro ideias, posturas e acontecimentos, simples assim. Mas de fato foi algo que me fez pensar o dia todo, li algumas coisas a respeito, umas me fizeram pensar, outras me fizeram felizes e outras ainda me deixaram bem irritada.
Então vamos lá, deixe-me ver... Feminismo, feminista, feminino, direitos das mulheres, dia da mulher, lavar louça, flores e bombons...
Sempre fui "acusada" de ser feminista, eu não entendia muito bem a profundidade disso, eu só sabia bem lá no fundo, que homens e mulheres deveriam ter os mesmo direitos.
Com o tempo a coisa foi ficando mais clara e eu fui entendendo melhor todo esse processo...
Apesar de toda a conquista das mulheres, porquê ainda somos vistas como objeto sexual, inundando as propagandas de cerveja (inclusive estou tomando uma, rsss...)?
Porque quando uma mulher é estuprada as pessoas tendem a culpá-la pelo ocorrido, tipo era de noite e ela estava sozinha de roupa curta, ah ela tava pedindo? Pedindo o quê pelo amor de Deus??? Pra ser estuprada??? É isso?
Porque em todas as propagandas de limpeza, sempre a protagonista é mulher?
Porque ainda lutamos tanto contra a violência contra a mulher? E aqui podemos citar não só a violência doméstica e sexual mas também a VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA. No momento mais importante e único na vida de uma mulher, ainda ouvimos frases do tipo: "Na hora a mãezinha não gritou né?". Como se tivéssemos que ficar calada como punição por termos feito sexo! Ah, e mãezinha é o ca@#!%!!! Deu pra entender né?
Olha, eu poderia citar uma infinidade de motivos que ainda não nos torna livres, mas tem esse blog aqui que um homem, olha que legal, um homem disse praticamente tudo!
E por último, dentro dos motivos, porque meu Deus do céu, EU TENHO QUE SABER porque eu não quis dar corticoide para meu filho ontem, num começo de crise que ele estava tendo e meu marido simplesmente não sabe nem o que é corticoide???
Aí a gente (EU) começa a pensar, caraca, eu sutilmente vivo isso aqui, eu sei do esforço do meu marido de ser uma pessoa melhor, mas como disse minha amiga Nani (aquela lá do começo do post), tem coisas que estão tão enraizadas, que fica difícil desconstruir assim, de uma hora pra outra, é um trabalho sabe?
Eu tenho um filho, quero que quando ele tiver na idade de mexer no fogão, ele aprenda a cozinhar, tal qual farei com minha filha. Do mesmo modo que minha filha vai me ajudar a arrumar a casa, ele tb vai, louça será divida entre 4, cada um fará sua parte para o bom andamento da casa. Hoje meu filho brinca de bonecas, põe a boneca no carrinho, no colo, cobre e faz nanar, eu adoro e ai de quem falar perto de mim que boneca não é brinquedo de menino, nossa, melhor nem pensar! Mas será que eu vou conseguir passar pra ele todos esses conceitos de igualdade? Será que EU tenho esses conceitos bem construídos dentro de mim ou ainda estou num processo de desconstrução de tudo o que me foi passado até então?
Agora falemos do FEMININO, no meio disso tudo a mulher decidiu que "ser moderna e livre" é ir de cabelo escovado e unha feita pra maternidade no horário de sua cesária agendada, a mulher achou melhor não menstruar mais, fazer sexo com todos os homens que desse vontade, abortar, afinal nós somos donas do nosso próprio corpo e a dar mamadeira logo de cara (meu filho toma mamadeira, preciso dizer que isso aconteceu por falta de informação, por realmente acreditar que eu não podia amamentar, NUNCA por opção) porque se não o seio vai cair, a mulher tem que voltar a trabalhar logo e dar o peito atrapalha... A mulher também decidiu passar por cirurgias pra deixar a barriga chapada, o peito em pé, a ruga disfarçada...
Será que alguma coisa não se perdeu aí?
Será que não ficamos livres de determinadas coisas pra ficar escravas de outras?
Será que o PODER DO FEMININO não vai muito além do que vemos por aí?
Não sei... Só acho...
O fato é que no meu entendimento, o dia das mulheres é um dia pra lembrarmos a luta que trilhamos até aqui, repensar os nossos conceitos e o que é ser livre e igual de fato?
Muitos direitos foram alcançados, mas estão longe de serem os ideais, enquanto isso o dia das mulheres é só um lembrete de que NOSSA LUTA CONTINUA e só então, quando estivermos certas de fato da liberdade, da igualdade, então aí sim, ele será comemorado com louvor!





2 comentários:

  1. Ai Mi, to virando Fã do seu blog! E vamos continuar girando a manivela!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Nani, a nossa e a dos outros, rsss...

      Excluir